Gastroenterologia

Pinça Endoscópica: Descartável ou Autoclavável?

Após o início dos exames de endoscopia no século XIX, sentiu-se a necessidade de um aparelho que permitisse retirar corpos estranhos e fazer biópsias minimamente invasivas em conjunto com os equipamentos de vídeo. Por isso, as pinças foram introduzidas para suprir essa necessidade.

Quais os Principais Tipos de Pinças Endoscópicas?

Conforme a medicina avançou, essas pinças evoluíram em paralelo. Hoje, existem vários modelos de pinças – como jacaré, dente de rato, pelicano, concha, oval, três dentes, mandíbula longa – destinados a proporcionar máxima performance quando utilizadas. E ainda, materiais de revestimento diferentes para diminuir o atrito com o interior da fibra do endoscópio.

pinça endoscópica

 

Além de todas essas opções de modelo, os usuários ainda devem optar pelas pinças descartáveis ou autoclaváveis. Mas quais pontos devem ser analisados para a escolha?

Prós e Contras da Pinça Endoscópica Descartável

  • Agilidade (dispensa tempo de limpeza);
  • Segurança (menor risco de contaminação);
  • Menor custo unitário;
  • Inutilizável se a embalagem estiver danificada;
  • Mais suscetível a falha em maior esforço (força exagerada no manuseio);
  • Lixo hospitalar recorrente.

Prós e Contras da Pinça Endoscópica Autoclavável

  • Melhor acabamento;
  • Vida útil por tempo indeterminado, depende do manuseio;
  • Custo diluído na quantidade de exames;
  • Tempo de limpeza 40 – 130 min;
  • Investimento em autoclave;
  • Desaconselhado o uso de água potável para enxague (usar água deionizada, desmineralizada ou destilada).

Portanto, não há um tipo que supere o outro em questão de vantagens. Cada médico deve visualizar sua realidade e necessidade para optar por pinças autoclaváveis ou descartáveis.

Lembrando que para todos os tipos de pinças, recomenda-se que se tenha um instrumento sobressalente disponível antes de iniciar o procedimento.

Nós, aqui da VR Brasil, podemos te auxiliar nessa escolha e apresentar as melhores opções!

 

 

Entenda os prós e contras da cápsula endoscópica 1Gustavo Santos Costa

Especialista em Peças de Reposição para Gastroenterologia

(34) 3231-8501

Post anterior
Conheça os Projetores Short Throw
Próximo post
Saiba tudo sobre a fonte de luz Stryker

4 Comentários. Deixe novo

Deixe uma resposta

Preencha os campos abaixo com detalhes e iremos te ajudar!

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu